In Causas sociais

Relacionamentos abusivos!

Olá meus chuchuzinhos! Tudo bem com vocês? Hoje resolvi trazer uma pequena polêmica aqui para vocês! O assunto de hoje é um tabu, e para alguns uma lenda urbana criada pelas "feminizis" (é assim que se escreve gente?), o assunto de hoje, como você já leu no título é relacionamentos abusivos. Nesse post vou contar para vocês o que é, e minha pequena experiência no assunto, vamos lá?



ATENÇÃO: Se o tema não é do seu interesse, procure posts do seu agrado aqui no blog, não perca seu tempo lendo tudo que escrevi para no final fazer algum comentário inútil e ofensivo. Obrigada! 

O que é um relacionamento abusivo? Relacionamento abusivo é quando uma pessoa se acha dona da parceira ou parceiro. Ela se acha no direito de controlar a vida da pessoa, fazendo com que ela se afaste de amigos, família, e perca literalmente sua vida social, sem contar é claro as agressões verbais e as vezes físicas. Um relacionamento abusivo consume a vida de alguém aos poucos e se libertar dele é um grande desafio.

Como identificar um relacionamento abusivo? Existem vários sinais, mas vou listar alguns:
  • Tirar seu prazer: É comum a pessoa punir a outra por qualquer coisa que ela tenha feito, e depois a castigue lhe tirando algo que gosta, que lhe da prazer. E como essas pessoas são comumente controladoras, acabam te afastando das coisas que gosta sem que você perceba. 
  • Possessão: Calma! Não estamos falando de demônios, embora as vezes pareça. Mas essa é uma característica comum, a pessoa acredita que você pertence a ela, e não quer que você fale com mais ninguém, isso geralmente vem junto de um ciúmes excessivo. 
  • Joga sua autoestima no fundo do poço: A pessoa pode até elogiar, mas é só ficar de mau humor que logo já está te ofendendo, ou então te dizendo que seus planos não darão certo. Fazendo assim você desanimar de tudo até mesmo de grande sonhos.
  • Precisa de permissão: A pessoa te faz acreditar que antes de fazer qualquer coisa, como postar uma simples foto do instagram você precisa da autorização dela, e se você não pede, ou "desobedece", ela acaba brigando com você te deixando mal.
  • Te afasta de todos: Geralmente, a pessoa usa as desculpas de "não gosto de fulana" ou "ele vive dando em cima de você" para fazer com que você pare de falar com seus amigos, e até mesmo com sua família. E assim te afasta de uma vida social.
  • Chantagem emocional: Todos que já viveram um relacionamento abusivo, e tentaram sair dele da primeira vez ouviram a típica frase "se você me deixar, eu vou me matar", essa chantagem emocional é uma característica bem forte nos relacionamentos abusivos, e é o que faz com que fiquemos cada vez mais afundados nele.
Como sair de um? Por experiência própria posso dizer que não é fácil, por conta dos sentimentos que você tem pela pessoa (mesmo ela sendo um lixo), e também por conta das contantes chantagens emocionais de "vou me matar", afinal, por mais filha da puta que a pessoa seja você não quer que ela morra. Meu conselho é procurar um bom amigo, ou familiar que te apoie e que possa te proteger caso ele resolva fazer algo contra você. Para se livrar de um relacionamento assim você precisa de coragem, e alguém que te diga para não ter medo, e principalmente, você precisa acreditar em você! Precisa acreditar que você consegue viver sem a pessoa, precisa acreditar que você é capaz, e que você é uma pessoa muito linda que vai achar alguém melhor que aquele alguém. 

Um pequeno desabafo: Bom, meu último relacionamento sério foi abusivo, eu levei quase um ano para notar que aquilo estava me matando, e foi complicado sair daquilo, mas o sentimento de liberdade queme livrar daquilo me trouxe não tem preço. No começo o ciume meio exagerado parecia fofo, afinal em quantas páginas do facebook já não lemos que o ciumes é algo fofo, que mostra que a pessoa se importa? Então não dava muita bola embora as vezes aquilo me irritasse profundamente, Com o passar dos meses o ciumes cresceu, e além de querer controlar as coisas que eu postava, ele também queria controlar as pessoas que eu adicionava, com quem eu conversava, as fotos que postava e até mesmo as roupas que usava. Ele me tirou toda a vontade de me formar em musica, e de me dedicar a esse blog, e até mesmo do meu livro, porque eu ouvia dele que era má ideia, que eu não conseguiria e várias outras coisas. Aquilo me destruía.
Depois de uns 9 meses de namoro eu comecei a notar os sinais de que aquilo não me levaria a lugar alguma a não ser a um fundo do poço ou então lugar pior, e foi quando comecei a soltar as amarras dele de mim, comecei a ignorar as "ordens" dele e comecei a agir por mim mesma, assim juntei coragem para dizer adeus aquele relacionamento que já não tinha amor ou qualquer coisa boa a tempos, aquele relacionamento que era apenas "faça isso", "não fale com ele" e coisas assim. Quando eu terminei ouvi várias coisas dele, que iria se matar, que aquilo era um erro, e que ninguém mais me trataria como ele me tratava. E sabe como eu respondi a tudo isso? Eu apenas ignorei, e passei a fazer as coisas que eu queria fazer como cortar o cabelo curtinho, sair mais vezes com a minha melhor amiga, e enfim ser livre. 

Espero que tenham gostado!
C. M. De Lima

Related Articles