In Assexualidade Poemas

Orgulho

Eu ouvi algumas vezes que isso não é quem eu sou
Mas sim uma doença que me impede ter desejo
Mas eu tenho desejo, não como os demais, mas eu o tenho
Eu ouvi inúmeras vezes daqueles que cativava um amor puro
Que eu não era boa para se ter um relacionamento
Que eu não era "namorável"
Mas eu sou boa, eu sou namorável, eu sei que sou, tenho que ser
Eu ouvi de algumas pessoas de pesamento ignorante que se sou assexual
Significa que sou uma ameba e assim vou me reproduzir de forma assexuada
E ficar sozinha para sempre
Mas isso não tem nada a ver com quem eu sou
Eu não sou uma maldita ameba, eu não vou ficar sozinha para sempre
Eu li por ai que meus amigos estavam sendo obrigados a transar
Mesmo que não houvesse desejo, mesmo contra sua vontade
Tudo isso porque eles não queriam terminar o namoro
Tudo isso porque eles não queriam perder alguém por serem quem são
Mas pessoas que vão embora por sermos quem somos
Não são pessoas que merecem estar na nossa vida...
Eu ouvi que sou um tipo de fetiche
Porque já que eu não sinto o desejo como as demais pessoas
Me forçar a sentir tal desejo seria legal
Mas eu não nasci para satisfazer seu maldito fetiche...
Eu ouço, leio e vejo vários absurdos, várias coisas triste
A respeito de algo que eu não escolhi pra ser
A respeito de algo que nunca me perguntou se eu queria para mim
Eu não escolhi ser assexual, eu não pedi para ser assim
E eu não posso fazer nada para mudar isso
Porque é parte de mim, do que sou e sempre vou ser
E eu amo essa parte de mim
Porque é a parte mais verdadeira a respeito de outro alguém que eu posso ter
Porque simplesmente é parte de mim
Eu sou assexual e me orgulho disso
Não importa o quanto me chamem de doente,de inamorável, de qualquer merda que for
Nada irá mudar o fato de ser quem sou e de amar isso...

C. M. De Lima

Créditos na imagem

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Poemas

Me abraça, me beija e fica

Me abraça
E faz tudo aquilo ir embora
O medo de te perder
O medo de nunca mais te ver
O medo de nunca ter a tua reciprocidade
Me abraça
E faz aquela tua mágica
Que faz tudo ficar bem...
Me beija
Junta o teu desejo com o meu
Faz aumentar minha vergonha
Me deixa sem reação
Me deixa sentir o gosto da tua boca
Me beija
Quando eu tiver vermelha de vergonha
Ou quando simplesmente te der vontade...
Me cuida
E deixa eu cuidar de você
Me dá atenção
Planeja qualquer futuro a dois comigo
Me deixa fazer parte do teu futuro
Me cuida
Eu prometo que vou cuidar de você
E não deixar mal algum te afetar...
Me olha
Até eu ficar sem graça
Até eu tentar esconder a cara
Até você me sentir vontade de me beijar de novo...
E fica
Enquanto quiser ficar
Enquanto você puder ficar
Enquanto essas nossas vidas durarem...
Me abraça,
Me beija,
Me cuida,
Me olha
Me ama
E fica...
Porque se você ficar
Eu vou te abraçar
Eu vou te beijar
Eu vou te cuidar
E vou te olhar
E te amar, amar como ninguém amou...

C. M. De Lima


Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Poemas

Corpo, alma e mente

Tenho olhos que buscam o brilho dos teus constantemente
Tenho a boca que deseja a tua
Tenho as mãos sedentas para te fazer carinho e percorrer todo seu corpo
Tenho ouvidos que são os maiores apreciadores do tom da sua voz
Tenho a mente conturbada que se atrai pelo teu caos
Tenho o corpo todo desajeitado que deseja o tempo estar junto ao teu
Seja num abraço, em um simples dar de mãos, ou num amasso
As vezes eu acho que até mesmo minha alma
Acredita que encaixa perfeitamente na tua...
Tenho corpo, alma e mente
Que desejam todo o seu ser
Tudo que você tem a me oferecer
Desde os pequenos sorrisos até nosso momentos mais sérios de aprendizagem de um sobre o outro
Corpo, alma e mente
Que desejam criar contigo um futuro bom
E levar uma vidinha boa juntos
Corpo, alma e mente
Que se apaixonaram por cada parte de você
Que se apegaram ao seu toque e que são sedentos pelos mesmo...
Há tempos eu não me permitia sentir o que sinto por você
Há tempos eu não queria saber de sentimentos como os que eu cativei por você
Há tempos alguém não se torna alguém tão importate
E me traz aquela paz em qualquer gesto simples de amor
Eu não sei exatamente o que você tem
Mas eu me apaixonei por você
De corpo, alma e mente...

C. M. De Lima


Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Poemas

Suas particularidades

Eu passaria todo um dia olhando para o teu rosto
Admirando cada detalhe teu, cada marca de nascença, pinta, ou cicatriz
Me perdendo nos teus olhos que mudam de cor como você muda de humor
Desejando encostar teus lábios nos meus, mas ao mesmo tempo apenas querer eles perto
Perto, bem perto, mas não se encostando
Apenas para alimentar o meu desejo, e instigar o teu
Eu passaria um dia todo olhando para esse rosto...
Eu gosto de ficar observando seu corpo
As cicatrizes que carrega, as particuliradades que você tem
Aquelas coisas que eu sei que eu só vou encontrar em você
E que eu sempre só irei admirar em você...
Eu gosto de deixar as pontas dos meus dedos passearem por você
Deixar que eles sintam a textura e o calor da tua pele e das tuas roupas
Gosto de passar os dedos entre teus cabelos e deixar que eles te façam carinho até dormir
Aliás, eu gosto de te ver dormir, mesmo que você não pare um só minuto
Mesmo que teu sono seja repleto de pesadelos que te fazem se mexer e resmungar
Eu gosto de te ver um tanto quanto quieto as vezes
Eu gosto de poder estar ao seu lado enquanto dorme
Porque em minha mente, isso de alguma forma pode te ajudar
E também porque você é a melhor coisa para se dormir abraçado...
Eu gosto de quando você me fala as coisas toscas que me fazem sorrir atoa
E de quando fala das coisas que me deixam vermelha de raiva
Eu gosto de quando me deixa o mais estressada que consegue
Para depois vem me acalmar com teu beijo e todo o seu amor
Eu gosto de você e de todas as particularidades que só você tem...

C. M. De Lima



Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Poemas

Banho

Eu tomei um banho de sal
Limpei meu corpo de toda negatividade que atraí
E daquela que você trouxe
Deixei a água salgada limpar toda minha aura
E trazer a energia positiva e a paz que sempre andou comigo
Eu tomei um banho de meia hora
Deixei a água percorrer todo meu corpo
Desde a raiz do meu cabelo até a sola dos meus pés
Eu limpei o corpo das tuas marcas
Do teu cheiro
Eu tirei de mim toda e qualquer evidência tua que ainda restou
Eu deixei a água levar consigo minhas lágrimas
Lágrimas de dor de tudo que fomos e tudo que não seremos mais
Eu deixei as lágrimas aliviarem minha alma
E levar embora cada tracinho de dor que veio de ti
Deixei até mesmo que elas levassem embora toda a felicidade que você me deu...
No final do banho eu já não chorava mais
Pensar em você já não me doía mais
E eu pude sentir o corpo, alma e mente
Mais leve e liberto de você e de tudo que trouxe consigo
Eu pude sorrir sem precisar de um motivo
Eu pude me olhar no espelho e me reconhecer outra vez
Eu tomei um banho
E esse banho levou embora tudo que era de você
Eu tomei um banho
E me limpei de você...


C. M. De Lima


Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Poemas

Imersa

Eu tenho estado imersa
Imersa em todos os meus sentimentos
Num misto de luz e trevas, coisas boas e ruins
Amores e raivas
Eu tenho estado perdida, mergulhada em mim
Evitando qualquer comunicação com aqueles que conheço
E não abrindo espaço para aqueles que querem me conhecer
Eu tenho estado imersa no caos que é o meu mar de emoção
Apenas sentindo meu corpo afundar e de vez em quando subindo a superfície para respirar
Eu tenho estado imersa em mim
E dispersa do mundo
Tentando entender tudo que aconteceu, tudo que ainda tenho que fazer
E rezando pelos dias melhores e coisas melhores...
Não é que ninguém se importe, ou que me importe se alguém não se importar
Não é que apenas você tenha sido a causa do problema, você é apenas parte dele
Não é que eu não queira mais amar, ou que odeio todos que já amei
Eu apenas estou priorizando a mim mesma
Minhas faculdades mentais mais entendidas, e as que ainda me tiram o sono
Apenas estou priorizando ser alguém melhor
Não por você, ou por qualquer outro que esteja ou vai estar em minha vida
Mas por mim
Porque eu mereço ter a estabilidade mental
Porque eu mereço entender minha mente
Porque eu preciso ser alguém melhor para mim mesma...
Eu estou imersa no meio da minha escuridão
Que volte e meia recebe aqueles lindos raios de luz
Vindo que eu não sei de onde, mas que aquecem todo o meu coração
E que de certa forma me trazem certa esperança
Eu estou imersa no meu mar de emoções
Que está agitado, pulsante e confuso
Que me joga para lá e pra cá
E que as vezes mal me deixa chegar a superfície para pegar um pouco de ar...
Eu estou imersa em mim
Dispersa de tudo
Para tentar me encontrar e me tornar algo melhor
A melhor versão de mim mesma...

C. M. De Lima



Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Fotografia Fotos

Photoshoot (amador) - Brutal Kill

Olá meus chuchuzinhos! Que saudades de vocês! Como estão? Hoje temos um photoshoot maravilhoso que fiz com meu amigo Danny (que já apareceu aqui e no canal várias vezes), esse ensaio é meio que o "lançamento" da vida de blogueiro do Danny então, espero que vocês e eles gostem haha! (E sigam o boy magya no insta: @peixonauta)


Ouçam essa musiquinha aqui para ver as fotos! Memphis may fire - Vices




























Com carinho, Carol. 

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Poemas

Até logo

Eu te amei de um jeito que acredito que não serei capaz de amar de novo
Eu te amei da forma mais intensa que se pode amar outro alguém
Eu te amei da forma mais linda que eu conheço 
Eu te amei de um jeito tão lindo, mais lindo do que qualquer verso que já escrevi 
Eu te amei, e meu coração foi inteiramente seu...
E eu acreditei que você me amasse também
Talvez não na mesma intensidade 
Talvez não da mesma forma 
Talvez não na mesma importância
Mas eu acreditei que em algum momento qualquer você realmente me amou 
E isso de certa forma me deixa feliz
Feliz em saber que em ao menos em algum momento dessas nossas vidas escrotas
Você me amou do seu jeito torto e de toda sua intensidade que eu não sei definir...
Você veio, você se foi 
E você repetiu isso algumas vezes 
Quebrando e remontando meu coração várias e várias vezes
Talvez porque quisesse que eu me tornasse algo melhor 
Talvez pelo mero prazer de me ver sofrer 
Talvez pelo simples fato de que você tem medo de ter alguém 
E por isso sempre que percebe que isso é bom prefere se afastar 
Ou talvez seja um motivo que só você saiba...
De uma forma ou de outra 
Você veio e foi tantas vezes
Você me machucou tantas vezes de formas que nem sei explicar 
Que eu já nem sei se você deve voltar
Se eu quero que você volte
Porque todo esse joguinho já me cansou...
Eu te amei com todo meu amor, com toda minha alma 
Eu te amei com tudo que pudia e tinha 
E eu sei que parte de mim vai continuar te amando 
Mesmo quando não estiver mais aqui...
Eu te amei de uma forma linda
E todo esse amor marcou minha vida
Me trouxe coisas maravilhosas, coisas que nunca vou esquecer
Obrigada por cada sorriso, risada, cada aprendizado 
Obrigada por ter mudado minha vida 
Agora siga seu caminho, e quem sabe talvez outro dia
A gente se encontre numa situação melhor
Até logo ou nunca mais amor da minha vida...

C. M. De Lima




Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Sobre a Autora

Algumas coisas que precisava dizer

Eu sei que tenho estado ausente, e que alguns até sentem falta dos vídeos e posts, eu sei, eu também sinto falta. E eu sinto muito por essa minha ausência, mas é que ultimamente tá tudo uma merda!
Eu sempre busco mostrar á vocês toda minha força, e mostrar o quanto cada um de vocês é forte, é capaz, é lindo, e por isso quando eu não estou conseguindo ser o que ensino eu me afasto, para cuidar das minhas feridas, das minhas dores, para chorar um pouquinho e aliviar o coração das minhas dores, e foi por isso que eu sumi.
Não vou negar que no começo minha ausência era por única e exclusivamente falta de internet de qualidade, mas foram acontecendo coisas como; idas, recaídas, perdas, lutas perdidas que foram quebrando aos poucos meu psicológico, até ele se partir e então se espalhar por todo o meu mundinho. Então agora eu estou aos poucos juntando esses pedaços, colocando em seus devidos lugares, e cuidando de feridas que estão extremamente abertas e muito longe de se fecharem, cuidando dos meus ferimentos, da minha saúde física, mental e espiritual, cuidando de mim para poder voltar completamente bem para vocês. Me desculpem estar sumida, eu realmente odeio ficar assim, mas faz parte da vida, não é? Eu não sei qual é a crença de vocês, mas eu sou agnóstica, tenho minha própria crença em Deus, e acredito que se Deus quisesse que a vida fosse tão fácil, não teria me mandado para esse mundo cheio de dor, e horror e teria me deixado no céu.
Existem várias coisas acontecendo agora nessa minha cabecinha, mas em momento algum desistir de vocês, ou de qualquer outra coisa(minha vida como alguns perguntaram) passou pela minha cabeça, vocês me conhecem e sabem que eu não sou de desistir, nem mesmo com as piores dores, e situações, eu continuo em frente, assim como vocês devem fazer. Eu vou voltar, eu prometo que eu vou voltar, e vou escrever coisas melhores que esse texto meia boca e confuso, eu vou voltar e cuidar de todos que precisarem e quiserem.
Muito obrigada por tudo que já vivemos até aqui, que venham muitas mais emoções, felicidades, e amor, que venham cada vez mais chuchuzinhos para nossa horta?! Eu amo cada um de vocês de uma forma que não sei explicar, e muito obrigada por terem mudado minha vida para melhor.

Até logo meus chuchuzinhos! Eu amo vocês!
Com amor, Carol. 



Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Causas sociais Poemas

Quando o mês acabar

Meu amigo me disse para contar com ele nesse setembro amarelo
Mas nos demais meses do ano ele fica bravo comigo por eu cancelar o "role" de ultima hora 
Nos demais meses do ano ele diz que eu sou muito negativa e que devia ser mais feliz
Nos demais meses do ano ele não quer ouvir sobre como é minha doença 
E o que ela faz comigo...
Minha amiga disse que se precisasse podia falar com ela, que ela iria ouvir
Ela até postou no facebook que nesse setembro amarelo estava disposta a ajudar todo mundo 
Mas quando procurei por ela no final de agosto no meio de uma crise 
Ela disse que tava ocupada demais para me ajudar, e apenas me mandou ficar calma
Num outro dia em julho quando disse que estava mal 
Ela não me deixou explicar o que sentia e disse que eu devia parar de reclamar
Pois existem pessoas com problemas piores que os meus...
Quando começou setembro aquele carinha que era afim de mim veio falar comigo
Ele disse que agora entendia o que se passava na minha cabeça e queria me ajudar
O engraçado é que antes desse mês começar ele brigou comigo
Por eu não conseguir ir num encontro com ele 
Por eu não conseguir conversar tanto
Será que quando esse mês acabar ele vai voltar a brigar comigo?
Quando o setembro amarelo começou aquele meu "crush" foi tão carinhoso comigo
Mas antes dele começar ele fazia inúmeras piadas sobre mim 
Sobre meu peso, meus problemas psicológicos, sobre quem eu sou
Antes desse mês começar ele não dava a minima para o que sentia
Mas esse mês ele até inventou uma desculpa melhor sobre a falta de reciprocidade dele
E infelizmente eu sei que isso é só esse mês...
Quando chega setembro e a campanha é divulgada todos se preocupam comigo
Até mesmo aquela minha tia que vive dizendo que o que tenho não passa de frescura
Quando chega setembro você vê o mundo todo se preocupando com os doentes psicológicos
Mas quando setembro acaba você vê todos deixando de se preocupar
E voltando a ser quem sempre foram
Os amigos que ficam bravos por você não ter ânimo para sair 
As amigas que julgam seus problemas como inferiores
Aquela pessoa que só quer usar você para fins carnais...
O setembro amarelo acabou 
Meu amigo não quer mais me apoiar e até ficou bravo comigo por eu não sair sozinha
Minha amiga disse que tudo que sinto não passa de drama, e que eu devia parar
Aquele carinha que era afim de mim me mandou para longe e desistiu de mim 
Aquele cara que eu era afim me tirou da vida dele, acho que ele não quer mais saber de mim 
Onde foi parar toda aquela empatia e preocupação por mim? Será que ela acabou com o mês?
O setembro amarelo acaba, mas as minha patologias continuam aqui
E vão continuar por vários meses, vários anos, por vários setembros amarelos...

C. M. De Lima



Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments