Não seja um monstro

9:15 PM

Então vai lá! Diz para o seu amigo quem tem depressão que é só ele sair da cama e tudo se resolve, diz para ele que ele só fica triste porque ele quer, e que é só ele não pensar na tristeza que ele não fica triste.
Vai lá! Fala para o seu amigo que tem ansiedade que isso que ele tem é frescura, que ele só quer chamar atenção. Vai lá! Fala que é só ele se acalmar quando tiver no meio de uma crise, fala também que ele tem que ser menos paranoico e parar de se preocupar com tudo.
Vai lá! Fala para garota que tem problemas com os pais e desconta tudo no corpo que ela só quer chamar atenção! Vai lá, chama ela de emo depressiva, diz que os cortes e todo mal que ela faz ao próprio corpo é só pra chamar atenção das pessoas.
Vai lá! Fala para aquele conhecido que tentou cometer suicídio que isso era o demônio agindo no corpo dele, fala para ele que não entende para que fazer isso sendo que a vida de acordo com você é tão boa. Vai lá diz para ele que ele tem que parar de viadagem e virar macho.
Vai lá! Fala para o seu amigo bipolar que isso não existe e que ele só tá seguindo modinha de facebook, fala para ele que ele não é bipolar só muito confuso.
Vai lá! Fala para um pessoa que tem uma doença psicológica que a culpa disso é falta de sexo, ou a orientação sexual dela!
Vai lá! Destrói ainda mais o psicológico de alguém, só porque você se achar dono da razão, chama de frescura o que faz todos os dias alguém chorar, chama de vagabundo alguém que não consegue levantar da cama por um motivo que nem ele mesmo sabe. Vai lá! Fala para o ansioso que ansiedade não existe e ele não passa de um louco que se preocupa demais com tudo e com o que não devia, fala para aqueles que acham que a morte é uma saída de toda a dor e sofrimento que eles sentem que se eles tem coragem façam, não fiquem apenas ameaçando. Vai lá e destrói meio mundo porque você não entende, não acredita que são doenças, que precisam de tratamento e que os pacientes precisam de apoio.
Piore o quadro de quem confiou falar de uma doença que o tira o sono para você, faz piadinhas do que ele sente e do que ele faz para amenizar a dor, vai lá fala que os remédios só foram feitos para as farmácias lucrarem e que ninguém que tenha uma doença psicológica precisa deles para se sentir melhor, porque tudo que se precisa fazer é sair, trabalhar, ocupar a cabeça com coisas boas. Vai e só fala e não escuta e não procura entender, mas depois que algo ruim acontece diz "nossa, não imaginei que ele faria isso". Vai e depois reclama que seus amigos estão distantes, e que não confiam mais em você, reclama que nunca mais ouviu falar de fulano depois que ele melhorou.

Quando uma pessoa que possuí alguma doença psicológica confia em você para te contar isso, é porque ela acha que você será capaz de a entender, que você não irá julgar, que você irá a ajudar a passar por tudo isso e controlar essa doença. Quando alguém confia em você para falar sobre isso ela está buscando seu apoio, um alguém para contar nos momentos de crise, alguém que vai estar com ela antes, durante e depois de todas as idas e vindas dessas doenças, e quando esse apoio não é encontrado e você repete frases como as ditas acima, você deixa de ser um amigo, um ponto de apoio e passa a ser um monstro, em que a pessoa que não sabe pode falar nada sobre a doença, porque toda vez que fala acaba mais doente, mais triste e se perguntando se você está certo. Não sejam um monstro e nenhum herói, apenas seja um bom amigo para que a pessoa possa contar com você sempre que precisar.

C. M. De Lima


You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook

Flickr Images