In Literatura Poemas

Sinta queimar

Eu ainda posso me lembra daqueles tempos serenos
Onde não tínhamos muitas responsabilidades, onde era tudo mais simples
Todo aquele tempo nos tornou o que somos hoje 
Não olhe para trás, pois já estamos longe e não podemos mais voltar...
Esqueça os lugares que visitamos e não fomos bem vindo
Será melhor assim, acredite
É melhor estarmos longe dos lugares que nos perturbaram e dos rostos apaixonantes desses lugares
Qualquer lugar longe deles será o que precisamos...
Não me questione porque tantas vezes temos que partir
Não me questione pelo tanto de corações partidos
Ou o tanto de amigos feridos, eu não sei responder essas perguntas
E cabe a cada um achar um jeito de se sentir melhor, então vamos em frente...
Quanto mais distante nosso destino nos fazer sentir, melhor,
Isso nos trará uma sensação de liberdade, recomeço
Uma nova chance para sermos que somos...
A paixão está onde estivermos, em cada olhar, cada sorriso
Já o amor está muitas vezes no queremos, porém não podemos ter ou não temos perto
Como a lua e as estrelas
Não tente entender como acontece, porque não há como entender
Apenas sinta e deixe isso queimar de uma forma boa ou ruim no seu peito
Isso o fará crescer, mudar e evoluir...
Há muita dor no mundo, não é? Há muitas duvidas também? E outros tantos mistérios
Então querido, como espera que eu responda tudo sobre mim e o que sinto?
Como pensa que seria capaz de te dizer a quantidade exata que alguém deve amar outro alguém?
Eu não sei dizer nem se estarei aqui amanhã meu bem, então não pire em suas perguntas
E apenas deixe que o que sinta queimar em seu peito de uma forma boa ou ruim...
Nunca desconsidere possibilidades, elas existem para serem consideradas
E para manter-nos nas lutas diárias das nossas vidas
Não tente entender, apenas sinta queimar 
E continue vivo até os seus 100 anos...



C. M. De Lima

Related Articles