In Poemas

Fluir entre nós

Sente aqui, fique o mais perto de mim que puder
Me deixe olhar no fundo dos seus olhos
Esses olhos que carregam tantas dores, histórias e amores
Fique o mais perto de mim que puder 
Tão perto para que eu consiga ouvir tua respiração 
Tão perto que eu não consiga sentir falta de ter você...
Chegue tua boca perto da minha 
Tão perto ao ponto delas quase se tocarem, mas não permita que elas se toquem
Vamos viver por um momento esse desejo 
Deixe-me esconder no meio do teu abraço 
Quando eu falar algo que me deixe envergonhada 
Ou quando você simplesmente dizer algo que me encanta
E ao mesmo tempo deixa minhas bochechas coradas
Me permita ser seu ombro para derrubar as suas lágrimas 
Sejam quais forem os sentimentos por trás delas
Deixe que eu cuide de você
Quando você estiver doente fisicamente ou mentalmente
Me proteja quando meus medos me atacarem 
Ou quando um monstro que vive em minha mente vier me assustar...
Esteja aqui, mesmo quando estiver do outro lado do mundo 
Me deixe sentir sua presença mesmo que seja de longe
Me deixe encantada e arrepiada com sua voz
Seja tudo aquilo que eu ainda não tive 
E tudo aquilo que eu ainda quero ter
Seja meu dia, minha noite, seja minha tristeza, minha alegria 
Simplesmente seja meu, tão meu quanto eu sou sua...
Se ajeite no meu abraço, e sinta meu calor 
Não precisamos dizer nada, nem fazer nada
Apenas fique aqui grudado em meu abraço 
E se permita sentir o amor fluindo entre nós...

C. M. De Lima 


Related Articles