In Poemas

Alguém como você

É fácil de julgar as pessoas, quando não entendemos o que se passa na cabeça delas
É fácil dizer que tudo não passa de frescura, quando não é a sua mente que te atormenta
É fácil dizer que não se pode nem ajudar, quando você nem se quer tentou...
Ao longo dos anos eu colecionei pessoas que fugiram quando eu perdi o controle
Eu colecionei pessoas que só me faziam se sentir pior quando a crise batia 
Ao longo dos anos eu colecionei mágoas e tristezas que atualmente minha mente usa para me judiar
E por mais que tente me livrar de todos os pensamentos ruins, deixar as mágoas para lá
Sempre acontece algo para me lembrar que eu nunca irei me livrar delas
E que as vezes, eu irei perder o controle, e assim ser dominada por elas...
Eu sei o quanto isso soa triste, e espero que não soe nada bonito 
Espero que isso abra seus olhos para o que você sinta
E que te faça mais forte, te faça procurar ajuda e aprender a lidar com sua mente
E por favor, não se culpe quando sua mente for mais forte, vai ficar tudo bem...
Ao longo dos anos aprendi a lidar com minha dor, com a loucura de ter isso comigo
Ao longo dos anos nas indas e vindas de novos amores aprendi a dosar o quanto dar a cada um
Mas no final eu sempre me perdia e me entregava demais 
E apesar de as vezes carregar mágoas disso, eu nunca me arrependi de nada
Nunca me arrependi de amar demais, nunca me arrependi de demonstrar, 
Nunca me arrependi de me entregar a ninguém, pois não há nada de errado em amar 
Sendo muito ou pouco, nunca haverá nada de errado no amor
Aliás, o amor nunca será o erro, mas a forma que as pessoas lidam com ele sim...
Hoje tenho paz em saber que te amo de forma verdadeira, de forma intensa como deve sempre ser 
E sinto ainda mais paz ao perceber que esse amor é recíproco 
Que você prefere ajudar a fugir, que você nunca zombou do que se passa nessa mente louca
Eu me sinto calma, só de saber que mesmo que eu perca o controle
Você vai me ajudar a recuperar ele de volta...
Existem pessoa que me fazem me sentir pior
Outras que simplesmente desaparecem quando eu mais preciso
E ainda existem aquelas que acham graça em tudo que passo
Mas eu sei que existe você, e sempre vai existir alguém como você
Para cada um que como eu sofre com o psicológico fodido
Para cada um que como eu, precisa de um alguém como você...

C. M. De Lima 


Related Articles