In Mentes Perturbadas

Mentes Perturbadas: Serial Killer

Olá meus chuchuzinhos! Tudo bem com vocês? O post de hoje é mais um da série "Mentes Perturbadas", dessa vez não irei citar nenhum psicopata ou serial killer famoso, isso vai ficar para semana que vem. O post de hoje será para aprendermos um pouco mais sobre um serial killer. Vamos ler?



"Serial Killer": O termo Serial Killer é dado a assassinos que comentem vários crimes de um mesmo modo, com pessoas que tem características físicas ou pessoais parecidas. Eles matam por impulso, mas com um intervalo de tempo de dias, semanas, meses e até mesmo anos. Esse intervalo diferencia os "serial killers" dos "spree killers" que são pessoas com impulso por matar e matam varias pessoas em horas, dias, e semanas, mas não tem nenhuma característica especifica em comum entre as vítimas, os spree killers simplesmente matam.

Modus Operandi: O modus operandi é o modo que o serial killer escolhe suas vítimas, planeja e comete seus crimes. Por exemplo, as garotas assassinadas por Ted Bundy eram todas fisicamente parecidas com a mãe dele, por quem ele tinha um grande ódio, sua estratégia para pegar as garotas era abordar as jovens na rua fingindo estar machucado, pedindo ajuda para levar livros, compras e etc até seu carro, quando a vítima se colocasse a colocar as coisas em seu carro Bundy as empurrava, algemava e batia até perder a consciência e dali ele decidia o destino da vítima. O modus operandi é algo que pode mudar conforme o assassino se torna mais confiante, ou por outros motivos.

Assinatura: A assinatura é uma característica dos serial killers, ela mostra a necessidade que esses assassinos tem de cometer o tipo de crime que praticam. A assinatura é algo que nunca muda, pois ela é o que define a conclusão de sua "obra", mas as vezes por alguma interrupção ou coisa assim, ela pode deixar de ser feita. A assinatura mostra que apenas matar não é o suficiente para um serial killer, afinal se você arranca um dedo de todas as sua vítimas isso mostra que apenas mata-la não foi o suficiente.

Tipos de Serial Killers (segundo o livro Serial Killer - Louco ou cruel? de Ilana Casoy):

  • Visionários: São sem sombra de dúvida os mais insanos, são os que escutam vozes, e tem alucinações. Geralmente eles dizem que mataram porque as vozes o obrigaram.
  • Missionários: São aqueles que acreditam ter uma missão no mundo, geralmente essa missão envolve limpar o mundo daqueles que eles consideram impuros, ou que não dignos de viver nesse mundo. O caso mais conhecido desse tipo de serial killer, é o meu querido Charles Manson.
  • Emotivos: São os sádicos, que matam por diversão, gostam de estar sob o controle de suas vítimas pois isso lhe da prazer.
  • Libertinos: São aqueles que criam uma conexão sexual entre a violência e a sexualidade, usando de suas vítimas para satisfazer seus desejos sexuais. Nessa categoria também se encaixam os canibais, e necrófilos.
Importante: Em cerca de 80% dos casos, um serial killer é um psicopata, mas isso não significa que todo psicopata é um serial killer, e nem vice versa. "Serial Killer" é o termo usado para um criminoso que comete vários crimes como expliquei ali em cima, "Psicopata" é o termo usado para definir uma perturbação;

Ainda tem muito mais para se dito aqui, mas o post ficaria muito longo. Então fica para a próxima.
Espero que tenham gostado.
Com carinho, Carol.



Related Articles