In Aleatório Mentes Perturbadas

Mentes Perturbadas: Jeffrey Dahmer

Olá meus chuchuzinhos! Tudo bem com vocês? O post de hoje é mais um da série "Mentes Perturbadas", e serial killer de hoje é Jeffrey Dahmer! Vamos lá?


Jeffrey nasceu nos EUA, e ao que tudo indica ele sempre foi bem cuidado, mais pelo pai do que pela mãe que o abandonou depois dele ter concluído o ensino médio, diferente dos demais assassinos já publicados aqui, Jaffrey não sofreu, ou pelo menos não há evidência de que sofreu nenhum tipo de abuso ou trauma sexual na infância ou adolescência que tenha feito com que ele tenha desenvolvido a psicopatia sádica. Foi na adolescência que Jeffrey começou a demonstrar os primeiros sinais de psicopatia, matava e torturava animais, e consumia quantidades absurda de álcool.
Jeffrey matava jovens que encontrava geralmente na beira de estradas, os levava para casa onde os drogava e depois o matava. Como se não bastasse matar, ele também os mutilava, e fazia sexo com o corpo antes de se livrar dos restos mortais. Depois de um tempo, Jeffrey passou a guardar crânios, partes íntimas, e outras parte do corpo para seu consumo, pois acreditava que suas vítima voltariam a viver através dele se as consumisse. Ele também fez um altar da morte, com crânios e outros ossos de suas vítimas. 
Em maio de 1991, uma das vítima de Jeffrey escapou, era um garoto asiático que aparecera pelado e sangrando correndo pela rua, duas garotas viram o rapaz e resolveram chamar a polícia, quando a polícia chegou Jeffrey já discutia com as duas garotas dizendo que o rapaz era seu amante e que era de fora por isso não conseguiria se explicar, a polícia tentou ouvir a versão do rapaz, mas como ele estava drogado não falava coisa com coisa e acabaram entregando o garoto a Jeffrey que o matou naquele mesmo dia. No mesmo ano, outra vítima escapou e dessa vez não teve como fugir, a polícia acabou chegando a casa de Jeffrey e lá achou fotos das vítimas, ossos, membros, órgãos, e seu macabro altar da morte.
Jeffrey foi preso e condenado por seus 17 assassinatos, foram no total 15 prisões perpétuas seguidas, totalizando 957 anos de prisão, depois de alguns anos preso ele foi morto por outro preso dentro da prisão. Seu crânio foi esmagado, e ele teve um cabo de vassoura enfiado no olho. 

Um fato interessante: Jeffrey nunca foi considera insano, nem psicoticamente falando, de acordo com especialista, e o júri, ele tinha plena e total consciência do que estava fazendo. 

Espero que tenham gostado.
Com carinho, Carol. 


Related Articles