In Causas sociais Poemas

Sentimento compartilhado

As vezes eu me sinto mal por não ser aquilo que sonhei
Por não alcançar alguns objetivos
Por não saber o que dizer à alguém num momento triste
Eu me sinto mal por não conseguir lidar com a carga psíquica
Por não ter força para se impor
Por não saber exatamente como lidar com os problemas que assombram minha cabeça
Eu me sinto mal sobre as vidas que foram perdidas
Até mesmo aquelas que eu nem se quer conhecia
Me sinto mal por ser alguém tão impotente em tempos de crise moral...
Há uma tristeza em meu peito que não é só minha e sim de várias por aí
Uma tristeza que as vezes diminui, as vezes aumenta
Uma tristeza que leva muitas a luta para conseguir a paz
Não só para uma, mas para todas
Até mesmo para aquelas que não sentem essa dor
Nem sequer sabem como é sofrer com isso...
Meu psicológico é fodido, mas eu sei que posso ajudar com o meu carinho
Eu tenho medo de sair de casa, mas eu sei que alguém também tem
E pode querer falar disso comigo
Eu não sou de fazer amigas, de conversar com estranhas nem nada disso
Mas eu posso proteger facilmente uma estranha que precise de mim
Mesmo com medo, mesmo que talvez ela não fizesse o mesmo por mim...
As vezes os distúrbios da nossa mente nos fazem acreditar que somos fracas
Que somos impotentes e tudo mais
Mas muitas vezes com pequenos gestos mostramos a nós mesmas
Que somos melhor do que qualquer distúrbio
O fato é que quando queremos e podemos
Somos capazes de mudar o dia de alguém
E fazer com que a tristeza compartilhada vire num lindo sorriso...
Mesmo que as vezes você se sinta um lixo, ou impotente
Saiba que um dia tuas palavras ou teus gestos
Já fizeram ela sorrir e a tristeza compartilhada amenizar
Então obrigada, por continuar aqui mesmo nos piores momentos...

(Imagem da Internet)

Related Articles