In Literatura Poemas

Nunca deixar de trilhar...

Eu quero voltar, voltar ao velhos tempo e sentimentos
Eu quero mais uma vez me perder nos meus bons sentimentos 
Eu quero mais uma vez morrer de rir com brincadeiras toscas
Mas já estou longe de casa e não há mais volta
Eu tenho que criar novos tempos, me perder em novos sentimentos 
E criar novas brincadeiras toscas para passar o tempo...
Assim como não sei explicar porque as estações mudam a cada ano
Eu não sei explicar porquê decidi ir para tão longe
Deve ser meu desejo de mudar, de fazer algo novo
E ao mesmo tempo fugir das coisas ruins e dos maus sentimentos...
Quando você se arrisca a seguir seu caminho sem que ninguém te ajude 
Você está sendo ousado, muitos consideram até meio ignorante 
Mas existem certas coisas que só cabe a você fazer
Não há mal algum em estar acompanhado, assim como não há mal algum não estar 
Nossos caminhos são algos tão únicos e diferente uns dos outros 
Que não há como dizer o que é certo ou errado
O que realmente importa é trilhar tais caminhos, e alcançar tudo que sonhamos...
Apesar do meu pouco tempo de caminhada 
Eu sei que já passei por coisas difíceis, coisas que muitos já passaram e outros talvez nem passem
Eu sei que minhas lutas valeram a pena, e que muitas estão por vir 
Eu sei o tanto que mudei, e ainda poderei mudar 
Eu sei que talvez eu esteja errada, mas tudo bem...
O importante é continuar a caminhar 
Sentir o calor de 40 graus e congelar aos 10 graus 
Sentir o sol de inverno aquecer as bochechas e o vento do verão refrescar o corpo
O importante é nunca deixar de trilhar seu caminho... 

C. M. De Lima


Related Articles