Me permita ir

11:42 PM

Há cordas em mim
Elas me prendem e me sufocam 
Me obrigando a passar noites horríveis,
De vez em quando me dão algum sossego
Mas isso raramente acontece, então pra mim tanto faz...
A cada nova manhã as cordas são afrouxadas por leves mãos 
Que me trazem e ao mesmo tempo levam minha esperança
De me sentir bem...
Eu imagino que você não faça isso de proposito 
Imagino que tenha medo de mim 
Ou então você simplesmente não quer me deixar ir
Mas acredite, eu preciso ir...
As mãos que me apertavam as cordas 
Agora esconde a tristeza estampada no rosto
Sei que isso é difícil, mas eu devo ir
Ser feliz sem mim não será um problema para você
Então me solte e me permita ir...
Por mais que o brilho dos teus olhos cheios de lágrimas aperte meu coração
Por mais que seus lábios soltem doces palavras para que eu fique 
Por mais que teu corpo chame pelo meu 
Entenda, está na hora de me deixar ir, para que eu posso seguir meu caminho...
Criaram-se várias expectativas e teorias de quanto tempo nós resistiríamos
Você se lembra?
Acabamos com várias dessas teorias e muitos nunca entenderam 
E muitos nunca iram entender como funcionou nosso amor
Jamais haverá algo igual em mim ou em você...
Sei que quer isso tanto quanto eu 
Solte as amarras e me permita ir
Mas não fique aqui, vá! Siga seu caminho também!

C. M. De Lima

(Imagem da internet)

Dedicado á meu querido amigo e chefe: Demétrio Junior 

You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook

Flickr Images