In Causas sociais

Chega de preconceito!

Olá meus chuchuzinhos! Tudo bem com vocês? Hoje eu trouxe um post que é um pouco de desabafo, e um pouco pessoal, mas ao mesmo tempo ele envolve várias pessoas ao meus redor, aliás, várias pessoas ao redor do nosso mundo. Bora ler?



Bom, a ideia desse post surgiu depois de eu ter lido alguns relatos assustadores de coisas que assexuais já ouviram, e até ao lembrar de algumas coisas que eu já ouvi. Fora o que os assexuais escutam eu pensei no que os LGBT escutam, no que os negros escutam, e toda pessoa que aqui nesse mundo é descriminada escuta. Okay, eu sei que agora mais do que nunca você meu leitor mais chatinho, e de boas deve estar me achando uma baita "mimimizenta", me desculpe, mas eu não consigo mais ficar calada diante disso. 
Eu separei algumas frases que li na página Cartazes e Tirinhas LGBT, outras que eu já ouvi, outras que amigos meus já ouviram e por ai vai, e resolvi criar resposta para cada uma delas, talvez eu não responda da forma mais correta, mas eu me coloquei no lugar de quem ouve essas coisas e usei de todo meu conhecimento sobre o assunto. E eu estou fazendo esse post porque as palavras podem ser a cura ou a doença de alguém, e tudo que precisamos nesse momento é de pessoas doentes. Certo? Então vamos lá!

"Você não é gay, só está doente, eu conheço um pastor que pode te curar"
Não, homossexualidade não é doença. Doente é sua forma de pensar!
"Você só é lésbica porque nenhum homem te pegou de jeito"
Não, eu sou lésbica porque eu não sinto atração por homens e não quero nenhum que me pegue de jeito!
"Como assim você agora é mulher? Quando você era moleque jogava bola com a gente. Para mim você continua homem"
Não, eu não sou homem. Eu sou uma mulher, e sou muito linda por sinal!
"Mas você não decide não é? Uma hora tá com homem outra com mulher, como você é confusa"
Não, eu não sou confusa. Eu sou bissexual, e tenho total certeza disso!
"Você é homem ou mulher?"
Eu sou eu, simples assim. 
"Como assim não gosta de sexo? Já procurou um psicologo? Isso aí é doença!"
Não, eu não preciso de psicologo. Eu simplesmente não gosto de sexo, e isso não é doença!
"Tudo bem ser gorda, mas usar esse shortinho não dá né?
Tudo bem usar esse shortinho também, afinal quem pagou pelo short fui eu!
"Eu não sou racista, mas sabem o que dizem né?"
Para começo de conversa, se não é racista não tem que ter "mas". E você acredita no que dizem por ai?
"Meus deus! Sua mãe não te dá comida? Tá mais magra que uma vara!"
E sua mãe não te dá educação não? E o que você tem a ver com meu peso?
"Ser gay tudo bem, mas ser afeminado já é demais né?
Não mesmo. Até onde eu sei eu posso ser como eu quiser. Então seja menas!
"Você não tem depressão, isso é coisa da sua cabeça é só não pensar que está com depressão"
Você não tem inteligência, devia procurar uns livros e estudar um pouco!
"Quem é o homem da relação?"
Olha, até onde eu sei só tem duas mulheres aqui, então não tem nenhum homem na relação.
"Não é porque você é operada que pode ser feminista!"
Como não se eu também sou mulher?
"Eu não faço esse tipo de serviço, é coisa de preto"
E isso que você acabou de falar é coisa de racista.
"Eu não sou machista, só acho que as vezes as feminista passam dos limites"
E tem limites? Poxa nem sabia.
"Essa coisa de 'anti-sexo' não existe, um dia vamos fazer amor e você vai ver"
Mas meu bem, eu não disse que era "anti-sexo" disse que não sinto vontade de fazer sexo, melhor você fazer umas aulas de interpretação de texto hein?
"Acho que seu cabelo ficaria mais bonito liso"
E você ficaria linda de boca fechada!
"Você tem um rosto tão bonito, porque não emagrece um pouco?"
Porque eu tô de boas com a minha aparência e consciência, e você?
"Como vou explicar para o meu filho um beijo gay?"
Assim ó: filho aquelas são duas pessoas que se amam e estão trocando carinho como o papai e a mamãe.
"Como assim você vai no banheiro masculino? Você não pode mijar de pé"
Existe um tecnologia muito avançada chamada vaso sanitário onde você pode sentar nela e fazer suas necessidades numa boa. Não é incrível?
"Você não é assexual, isso é só uma fase"
Não, isso é a minha orientação sexual, com a qual eu viverei para o resto da vida.
"Eu não sou homofóbico, tenho até amigos gays"
Também não odeio fanáticos religiosos, tenho até alguns amigos fanáticos religioso.
"Essas garotas só se cortam para chamar atenção"
Olha, se você não sabe diferenciar quem quer chamar atenção para alguém com uma doença muito grave, eu sinto muito por você. 
"Você devia sair mais assim ia esquecer da depressão"
Nossa que gênio você hein? Como não pensei nisso? Então é só sair que eu me curo? Uau.
"Você é trans né? É operada?"
Desculpa, quando te dei intimidade para perguntar isso?

Como eu disse antes, estou fazendo esse post pois não consigo mais ficar calada diante tantas coisas ruins como as citadas acima eu escuto/leio, porque eu sei que aqui eu tenho chances de conscientizar um grande numero de pessoas para que elas assim como eu, eliminem do vocabulário delas todas essas coisas horríveis que as vezes dissemos sem querer por pura ignorância. Já está passando da hora de aceitarmos as diferenças e pararmos de criticar uns aos outros, já está na hora da gente largar os pré-conceitos e ser feliz! Já está na hora de aceitarmos que somos uma raça só que se chama humanidade! 

CHEGA DE PRECONCEITO!

(imagens da internet)

Com amor, Carol.

Related Articles