Ídolos da semana: Michael Jackson...

6:27 PM

Olá minha gente , tudo bem com vocês? Hoje, dia 25 de junho completa 6 anos que uma das minhas maiores inspirações infelizmente faleceu. Hoje os fãs do Rei do Pop prestam suas homenagens pelo mundo e eu farei o mesmo, fazendo um ídolos da semana bem completo de MJ para vocês saberem mais sobre ele.


Carreira: Como todos vocês devem saber a carreira do Rei do pop começou nos Jackson 5, mas vocês sabiam que ele só se tornou líder do grupo porque sua mãe num dia qualquer o pegou cantando e dançando? E então obrigou o pai de Michael á ouvi-lo e desde então ele se tornou o líder dos Jackson 5. Um certo tempo depois MJ foi aos poucos indo para sua carreira solo sem deixar o grupo e quando finalmente seguiu carreira solo, não demorou muito para se tornar o consagrado Rei do Pop. Michael em pouco tempo era o artista mais rico da história, estima-se que em toda sua carreira ele tenha arrecadado 7 bilhões de dólares e mesmo após sua morte o lucro continua alto: 1 bilhão de dólares (Dados da revista Rolling Stone). O mais estrondoso sucesso, como devem conhecer é Thriller. O álbum é considerado um dos mais vendido da história e foi esse mesmo álbum que tornou Michael o maior ícone da "raça" negra de todos os tempos. 
Os álbuns mais vendidos (lista mundial) de Michael são:
  • Off the Wall 
  • Bad
  • Dangerous
  • HIStory (♡)
Todos eles foram produzidos pela mesma gravadora que produzia os Jackson 5. 


Um pouco que ele nos permitia ver: Inúmeras vezes você deve ter ouvido alguém comentar sobre Michael Jackson usando máscaras, guarda chuvas ou fugindo dos paparazzis. A gente não tinha muito acesso á vida do Michael, e ainda não temos. Nós sabemos o que ele nos permitia saber, o que pra mim é muito válido afinal ninguém vive dentro de um "reality show" onde as pessoas tem que saber tudo umas das outras, precisamos saber o que é importante, apenas isto. O documentário "Living with Michael Jackson" traz muitas informações sobre era a vida do Michael, mas eu não sei quanto aos outros fãs, mas eu acho que as vezes o jornalista Martin Bashir pega um pouco pesado e deixa até a mim com raiva e triste (Tem o documentário no youtube é só procurar). Michael é um ídolo, um exemplo e é isso. Michael foi acusado de abusar de crianças no seu rancho Neverland, mas eu pergunto á você meu bom leitor, será mesmo que alguém que amava tanto crianças, que tinha o coração de uma, seria capaz de fazer mal á uma? Eu acredito que não. Um gesto de amor/carinho é interpretado de diferentes formas, nós sabemos disso muito bem.
Na entrevista Michael diz que seu passatempo favorito é subir em árvores, intrigado o jornalista lhe pergunta se ele não prefere "fazer amor, ou ir num show" Michael responde que subir em arvores não se compara á se apresentar, afinal é só um passatempo. Michael tinha uma arvore da sorte em Nerveland, ele subia nela e ficava lá, alguns de seus sucessos surgiram de lá como Black or White. Michael, e seus irmãos sofreram maus tratos de seu pai na infância, ele conta sobre isso no polêmico documentário, e gente não irei mentir para vocês, mas quando ele esconde o rosto e diz "Why are you doing this to me?"("Por que está fazendo isso comigo?") meu coração se aperta e minha vontade é tipo atravessar o celular e abraçar ele. É muio triste esses momentos em que você sente que ele está prestes á chorar ou então chorando. 
Michael dizia que se sentia envergonhado quando descobriam como ele fazia as coisas. Ele era alguém tímido, e odiava as mídias e tenho a leve impressão que a frase "Foda-se a imprensa, Michael  é o melhor" o fazia se sentir melhor, afinal nos tabloides, sites, e revistas de fofocas insistiam e dizer que o poderoso Michael Jackson vivia fazendo as mais diversas cirurgias, usava produtos para mudar a cor de sua pele e todo mimimi que vocês devem conhecer, incrível como a palavra dele não valia de nada, afinal por mais que ele dissesse que só fez duas cirurgias a imprensa não o deixava em paz, e cada vez mais iam aumentando seu ibope criando suas noticias, porém ficava bem evidente que essas "noticias" deixavam o pequeno Michael triste. 
Mas apesar de toda dor em sua história, Michael era pacifista, ajudou quantas pessoas pode, inovou o cenário da musica, e das mídias, era filantropo e um exemplo á ser seguido pois não há artista igual. 



O fim e o mistério que o rodeia: Michael morreu dia 25 de junho de 2009, e nesse dia eu vi o mundo parar e chorar, apesar de todas as polemicas, dos processos, o mundo amava, aliás ama Michael Joseph Jackson e reconhecia que não existirá artista igual. Ele sofreu uma parada cardíaca, e infelizmente não foi salvo. Seu enterro foi transmitido nos principais canais do mundo, e foi muito emocionante, quando a pequena (na época ela era rs')Paris deu seu depoimento comoveu o mundo e o mais fracos (eu) choraram junto. Eu imagino que não deve ter sido nada fácil á ela e toda a família, mas principalmente não deve ser fácil para seus filhos que eram tão ligados ao pai. 
Um pouco tempo depois, coisas de uns meses me disseram que Michael estava vivo e que era tudo uma jogada de marketing, na época eu tinha uns 11 anos, e eu acreditei. Recentemente mais um louco  (sim, louco) atrás de fama foi em rede nacional se dizendo o profeta das mensagens subliminares afirmando com todas as letras que Michael está vivo e que deixou "pistas" para seus fãs. Eu não acredito nem um pouco nisso, juro que queria que fosse verdade, queria que ele estivesse vivo, mas sei que isso não é possível. Ele pode estar vivo em outro "plano" nesse aqui ele apenas vive em nossos corações. 
Acham mesmo que ele seria capaz de fazer algo tão cruel com seus fãs? Acham que se ele estivesse vivo Paris teria tentado suicídio? Não né gente? Não deem audiência á esses caras que só querem seus 15 minutos de fama, eles como todos os outros só querem um pouco de fama na morte dos outros. É igual á quem se propaga no facebook quando algum artista morre, quando surgem fãs do inferno, isso não são fãs, são interesseiros. 
Michael morreu aos seus 50 anos, quando estava preparando sua turnê de despedida "This is it" (É isso) os fãs ficaram perdidos, desolados,revoltados, a família e os amigos, fiaram inconsoláveis. E com tudo que ele nos ensinou acho que a principal lição foi que jamais teremos um artista como ele. 

(inveja eterna dessa mulher ¬¬)

E por fim, eu te amo: Aos meus sei lá, 11 anos de idade eu vi a noticia do Michael, e ouvia no rádio suas musicas e sai "dançando" e tentando cantar, na época eu não tinha internet nem nada para conseguir as musicas dele, eu usava um velho chapéu da minha mãe e uma luva numa mão e começava a imitar o Michael e posso dizer que era feliz fazendo isso. Os anos foram passando e eu acabei deixando de lado esse meu amor pelo Michael, e acho que foi por isso que não fui tão feliz como antes (os papos bizarros), ano passado eu assisti um vídeo do Ricardo Walker, ele é um cover do Michael (um dos melhores que já vi, se não o melhor) foi o vídeo Xscape que me fez pensar "PQP por que eu deixei de ouvir Michael Jackson?" e então todo meu amor, voltou e eu queria muito deixar uma homenagem á ele então criei o "Ídolos da semana" para aprender mais sobre o Michael e ensinar sobre ele e outros artistas que eu amo. E quando eu fiz, eu lembro que muita gente veio me "xingar" e nossa, eu fico muito mal quando isso acontece afinal ninguém conhece os motivos que me levaram a fazer tal coisa então lembro que Michael dizia "não importa o que você faça, as pessoas vão sempre te julgar" (não sei se é exatamente assim, mas ok)e essa é uma grande verdade, faça coisas boas ou ruins sempre vão te julgar mal. 
Michael se dizia bem solitário, ele dizia que ser o Michael doía e me sinto as vezes assim, as vezes sinto que ser eu mesma poder doer, pois por mais pessoas que estejam com você, que convivam com você, que amem você, vai haver sempre um espaço onde nada, nem ninguém se encaixa a não ser sua dor, suas lágrimas. E quem não tem momentos assim que deite na br (não sou obrigada á levar pedrada), as vezes nem o tempo acaba com a solidão, as vezes só a morte resolve, as vezes nós só precisamos esquecer que ela não existe, e fazer outras coisas como dançar, cantar, ou subir em arvores. Só precisamos esquecer da dor e viver como se nada estivesse acontecendo. As vezes precisamos ser Michael Jackson. 
Michael Joseph Jackson, á seis anos você se foi e eu não tinha sentindo tanto sua ausência até perceber que eu sou um pouco de você, e que esse pouco de você é o que me faz aguentar firme e dizer para a saudade ficar quieta pois ela não tem lugar aqui. I love you! 


 Com carinho, Carol.

You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook

Flickr Images